VENDA DE APOSTILAS E PROJETOS

Como complemento ao meu trabalho neste blog, elaborei para venda diversas apostilas de atividades de alfabetização e projetos pedagógicos de variados temas indicados para professores que atuam em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Alfabetização de Jovens e Adultos (EJA).

Tenho também CDs de áudio para Educação Infantil e Fundamental I, cartazes em EVA e livros infantis.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR MEU SITE E FAZER SEU PEDIDO

Os interessados poderão também entrar em contato por email ou pelos telefones abaixo:

glaucerossi@terra.com.br

glaucerossi@gmail.com

glauce.rossi@hotmail.com

glaucerossi@bol.com.br

(11) 97574-9228 - Vivo

(11) 95248-7897 - Tim

Glauce ou Hugo no horário de atendimento das 9:00 às 20:00 de segunda à sexta-feira.

WhatsApp

(11) 95248-7897

Loja virtual

CADASTRO DE CONTATO

FACEBOOK

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Fases da escrita da criança

 De acordo com a teoria exposta em Psicogênese da Língua Escrita, toda criança passa por quatro fases até que esteja alfabetizada:





terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Atividades para alfabetização

"... A minha contribuição foi encontrar uma explicação segundo a qual, por trás da mão que pega o lápis, dos olhos que olham, dos ouvidos que escutam, há uma criança que pensa" (Emília Ferreiro)


Os interessados poderão entrar em contato por email ou pelos telefones abaixo:


(11) 97574-9228 - Vivo
(11) 95248-7897 - Tim
Glauce ou Hugo no horário de atendimento das 9:00 às 20:00 de segunda à sexta-feira.
WhatsApp
(11) 95248-7897

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Alfabetização: O que fazer com alunos que ainda não são alfabéticos?

No início do ano nos deparamos com uma classe com alunos que ainda não são alfabéticos. E agora, o que fazer para eles avançarem nas suas hipóteses de escrita enquanto os outros alunos já estão mais adiantados?

- Verifique em qual fase da escrita o aluno se encontra. Muitas vezes temos dúvidas com relação a fase de escrita do aluno. Leia mais, peça ajuda, pesquise..., precisamos nos atualizar. Faça a sondagem da escrita novamente e tenha certeza da fase da escrita que a criança se encontra.


- Trabalhe atividades com a classe toda, mas que promovam desafios diferentes. Não precisa separar os alunos para fazerem a atividade. A mesma atividade pode ser trabalhada com todos, mas formando duplas produtivas.


   -     Para alunos não alfabéticos:  Desafio para avançar na reflexão sobre o sistema de escrita. 
   -     Para alunos alfabéticos:  Desafio para levantar questões de ortografia 

Organizar os alunos em duplas, em função do que os alunos já sabem sobre a escrita. Ex.: pré-silábicos com silábicos, silábicos com valor sonoro com silábicos sem valor sonoro, silábicos-alfabéticos com alfabéticos e alfabéticos com alfabéticos.


 - Utilize textos curtos e de memória como parlendas, cantigas, trava-línguas. Também utilize cruzadinhas, adivinhas etc.
Exemplo: Com uma parlenda você pode trabalhar com texto lacunado ( para os alunos não alfabéticos) e a escrita da parlenda (para os alunos alfabéticos).

- Circule pela sala fazendo intervenções necessárias para que o aluno possa refletir sobre a escrita.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Sequência didática- Alfabetização

Resultado de imagem para carnaval
Título: Alfabetização - Carnaval

Objetivo geral:
  • Construir conhecimentos sobre o funcionamento do sistema alfabético de escrita.

Objetivos específicos:
  • Ler e escrever textos conhecidos de memória, ajustando o oral ao escrito;
  • Refletir sobre algumas convenções ortográficas (para alunos alfabéticos).
Conteúdo:
  • Marchinhas de carnaval

Áreas do conhecimento: Português, História

Anos: 1º e 
Tempo estimado: 1 mês

Material necessário: 

- CD de marchinhas de carnaval;

- Cópias das letras das músicas que serão trabalhadas.

Desenvolvimento: 


1º momento: 
Pergunte aos alunos quais marchinhas de carnaval eles conhecem e peça para que cantem. Selecione algumas letras das músicas para escrever em cartazes e organize momentos para cantar cada uma delas.  Leve as canções para os alunos escutarem.


2º momento 
Escolha uma marchinha para trabalhar por dia. Organize a turma em duplas, agrupando alunos com hipóteses próximas de escrita. Distribua uma cópia em letra maiúscula de forma para cada dupla e peça para que descubram qual das músicas já trabalhadas é aquela, justificando como chegaram à resposta. Em seguida, solicite que cantem a marchinha, acompanhando a leitura com o dedo. Circule pela sala, perguntando para cada dupla onde está escrita determinada palavra.


3ª momento 
Continue trabalhando com a marchinha da etapa anterior. Distribua para as duplas a letra da música recortada em versos (para os pré-silábicos e silábicos com ou sem valor sonoro convencional) ou em letras (para os silábicos-alfabéticos e alfabéticos), ajustando os desafios da atividade às possibilidades dos alunos.
Repita as atividades do 2º e do 3º momento com as letras das demais marchinhas selecionadas.


4º momento 
Distribua para cada dupla cópias de trechos de algumas marchinhas trabalhadas, sem o título para que tenham de fazer a leitura a fim de identificá-los. Entregar os textos a cada dupla, considerando que quanto mais parecidas as letras, maior será a dificuldade da tarefa. Garanta que todos justifiquem suas respostas.

Exemplo de atividade:
Localizar a marchinha "Ó abre alas":

Texto I
OH! JARDINEIRA PORQUE ESTÁS TÃO TRISTE?
MAS O QUE FOI QUE TE ACONTECEU?
FOI A CAMÉLIA QUE CAIU DO GALHO,
DEU DOIS SUSPIROS E DEPOIS MORREU.

Texto II
OLHA A CABELEIRA DO ZEZÉ
SERÁ QUE ELE É?
SERÁ QUE ELE É?

Texto III
Ó ABRE ALAS
QUE EU QUERO PASSAR
Ó ABRE ALAS
QUE EU QUERO PASSAR


5º momento 
Escolha apenas um trecho de uma das marchinhas trabalhadas e reproduza, em uma mesma folha, a letra correta junto com outras duas versões erradas, como no exemplo abaixo:

VOCÊ PENSA QUE CERVEJA É ÁGUA?
CERVEJA NÃO É ÁGUA NÃO
CERVEJA VEM DO ALAMBIQUE
E ÁGUA VEM DO LAGO

VOCÊ PENSA QUE CACHAÇA É ÁGUA?
CACHAÇA NÃO É ÁGUA NÃO
CACHAÇA VEM DO ALAMBIQUE
E ÁGUA VEM DO RIBEIRÃO

VOCÊ PENSA QUE CACHAÇA É SUCO?
CACHAÇA NÃO É SUCO NÃO
CACHAÇA VEM DO ALAMBIQUE
E SUCO VEM DO RIBEIRÃO

Os alunos precisam encontrar a versão correta e justificar porque as outras duas são erradas. 
Avaliação: 
Observação e registro dos progressos dos alunos em relação à construção do sistema de escrita.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Qual é o melhor método de alfabetização?

Muitos pesquisadores da área concordam que não há método certo ou errado de alfabetização. O mais importante é que qualquer método trará resultados quando o professor se prepara para o trabalho. 

Além disso, a escolha do método também depende muito do Projeto Pedagógico da escola e dos pressupostos educacionais do município ou estado.

Alguns educadores se identificam mais com o método silábico onde são apresentadas as palavras e a partir delas são decompostas as sílabas. Diferente do passado em que se usavam cartilhas e se seguiam uma ordem na apresentação das sílabas, hoje há uma grande preocupação em trabalhar palavras que sejam significativas para os alunos. Muitas vezes a palavra-chave surge de conversas e relatos de vivências dos educandos no meio em que vivem. Também a palavra-chave pode ser retirada de um texto interessante e conhecido pelos educandos.

Exemplo:
               



Para os professores adeptos às concepção construtivista, a alfabetização é um processo de construção, em que a criança constrói seu conhecimento a partir de reflexões e conflitos de suas hipóteses de escrita. Assim cabe ao professor compreender os diferentes níveis da escrita dos alunos, organizar atividades que favoreçam a reflexão da criança sobre a escrita e fazer as possíveis intervenções.
Através de vários portadores de textos, a criança entra em contato com a leitura e a escrita do mundo que nos cerca, mesmo ainda sem saber ler. Isto implica em utilizar livros, revistas,  jornais. Trabalha-se muito com textos curtos e de memória como parlendas, trava-línguas, cantigas etc.

https://sites.google.com/site/diariodaprofaglauce/alfabetizacao-de-criancas-volume-i/Alfa%20II.jpg                https://sites.google.com/site/diariodaprofaglauce/alfabetizacao-de-criancas---volume-ii/apost33.jpg

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Novidades para 2017

Pensando em facilitar o trabalho do professor,  montamos o "Caderno de Planejamento e Organização do Professor" e a "Agenda do Professor". Eles estão prontos para imprimir. É só escolher uma das capas, mandar imprimir as páginas e depois encaderná-las.

Agora temos os seguintes temas: coruja, jardim/flores e cachorrinhos

Para adquirir, entre em contato pelo email glaucerossi@terra.com.br ou pelos telefones (11) 97575-9228 (Vivo) - (11) 95248-7897 (Tim e WhatsApp).




quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

ATIVIDADE DE CARNAVAL

Com o texto abaixo trabalhei discutindo com a turma, após a leitura, algumas questões:

1.Qual é o assunto principal de que fala o texto?

2.O que você achou da escola do barulho?

3.Quais as diferenças e semelhanças entre a nossa escola e a escola de que fala o texto?

4.Você gostou do texto? Por quê?





domingo, 29 de janeiro de 2017

Dinâmicas para o início das aulas


Balão dos sonhos

Objetivo:  
Integrar o grupo.

Procedimento: 
Entregar um balão colorido e um pedaço de papel para cada pessoa. Pedir para que anotem seu maior desejo para este ano e como pretendem realizá-lo. Colocar o papel dentro do balão, encher e amarrar. Fazer um círculo e, dois a dois, conversar sobre este sonho. Depois, ao som de uma música, soltar os balões para o alto, de modo que todos se envolvam na brincadeira. O animador vai motivando o grupo para não deixar cair ou perder nenhum dos sonhos; que o ar leve estas intenções para cima, para o mundo, e que sejam para melhorá-lo. Finalizar com um abraço, desejando boas vindas ao colega de turma.

Construção de um painel

Objetivos:
Levantar as expectativas dos alunos em relação ao ano letivo;
Acolher o novo grupo.
Procedimento:
Fixar na parede da sala um painel com uma paisagem de fundo. No mesmo deve estar escrito: Sejam bem-vindos!
A proposta é construir o painel com o grupo.
O importante é que os alunos expressem seus sentimentos e desejos. Com tudo pronto oportunizar um momento agradável onde cada um prenderá o que construiu no painel de boas-vindas interativo, apresentando-se à turma.

Que música você é

Objetivo:
Propiciar a apresentação dos alunos de forma descontraída;

Procedimentos:
Solicitar aos alunos que escolham dentre as músicas que conhecem e gostam um trecho que, de alguma forma, o represente.
Cada um deve cantar o trecho escolhido para a turma.
Perguntar sobre a música, quem é o cantor(a), qual gênero musical, por que foi escolhida, se alguém não gosta, etc.
A regra é não repetir as músicas já apresentadas e respeitar as preferências dos colegas.


Árvore das férias

Objetivo:
Compartilhar experiências com a turma

Procedimentos:
turma deverá criar uma árvore onde o professor coloca perguntas relacionadas às férias: como foi? Com quem foi? Para onde foi? O que mais gostou? O que não gostou? Ou pede para os alunos descreverem uma atividade relevante ou um momento desafiador etc. O professor pode ser bastante abrangente de acordo com seus alunos e turma.
Cada criança receberá uma “folha da árvore” para escrever ou desenhar o que quiser. Depois, essa folha deve ser fixada na árvore para, em determinado momento, alunos e professor compartilharem esse material.

Seguidores